Compartilhar
Share on Google+
Filha de Roberto Jefferson, Cristiane Brasil será ministra do Trabalho


04/01/2018

A deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ), filha do delator do mensalão, Roberto Jefferson, será a nova ministra do Trabalho.

A informação foi confirmada pelo próprio Jefferson, após reunião com o presidente Michel Temer no Palácio do Jaburu na tarde desta quarta-feira (3). A escolha foi anunciada pela Presidência em nota.

Entre lágrimas e pausas dramáticas, Jefferson disse que a nomeação de sua filha é um "resgate" à sua imagem após o mensalão. O dirigente do partido foi o pivô do escândalo político e chegou a ser condenado e preso.

"É o orgulho e uma emoção que me dá. É o resgate, sabe querida, é o resgate. Fico satisfeito", disse.

Segundo ele, Temer consultou o líder do PTB na Câmara dos Deputados, Jovair Arantes (GO), e telefonou para a nova ministra para saber se eles aceitariam o convite. E teve resposta afirmativa de ambos.

"Nós ligamos para o líder Jovair Arantes, que anuiu imediatamente com a indicação ao nome dela. Disse que terá a confiança da bancada do partido", afirmou.

A escolha foi confirmada pelo Palácio do Planalto e o nome da ministra será publicada na edição desta quinta-feira (4) do "Diário Oficial da União" e a posse será na semana que vem, na terça-feira ou na quarta-feira.

"O presidente Michel Temer definiu hoje que a deputada federal Cristiane Brasil será a nova ministra do Trabalho. O presidente recebeu na tarde desta quarta-feira a indicação oficial feita pelo PTB.", afirmou nota oficial.

Jefferson apresentou na reunião os nomes dos deputados federais Sérgio Moraes (RS) e Pastor Josué (MA). Lembrou ainda o nome de sua filha, que também chegou a ser oferecido por ele para o Ministério da Cultura.

Para ser ministra, Cristiane abriu mão de ser candidata no próximo ano. O pai disputará o posto de deputados federal por São Paulo. Segundo ele, é uma maneira de fazer o partido crescer no maior colégio eleitoral do país.

Perguntado se os eleitores irão redimi-lo por conta do escândalo, ele respondeu que só as urnas dirão.

VOZ ABAFADA

O Ministério do Trabalho está sem titular desde que o também deputado federal pelo PTB Ronaldo Nogueira pediu demissão, no último dia 27. Ele se desligou com o argumento de que quer se dedicar à sua campanha pela reeleição.

No mesmo dia em que saiu da pasta, ele publicou nova portaria sobre a definição de trabalho escravo, que deixa mais rígidas as definições do que leva à punição do empregador.

O deputado federal Pedro Fernandes (PTB-MA) chegou a ser escolhido para comandar o ministério, mas teve o nome vetado pelo ex-presidente José Sarney (MDB). Sarney nega o veto.

Segundo Jefferson, Temer, que se trata de uma infecção urinária, está mais magro e com uma voz abafada, "surdinas". "Mas está bem e corado", acrescentou.






GALERIA DE FOTOS
Trabalho Decente




.: UGT DIGITAL
 
Eduardo Rodrigues DF

 
Turma aumenta indenização a gerente da Caixa que sofreu sequestro e extorsão.
 
PROGRAMA ADM RIO SINDICAL - 01/03/2016
 
UGT-DF - UNIÃO GERAL DOS TRABALHADORES DO DISTRITO FEDERAL

Fone: (61) 3244-0824
Endereço: SEP SUL EQ 707/907 - Conj. E N. 10 Sl 512, Ed. San Marino.
CEP: 70.390-078 - Brasília/DF
E-mail: ugtbrasilia@gmail.com / ugtdf@ugtdf.org.br
Site: www.ugtdf.org.br
Facebook: facebook.com/ugtbrasilia
Twitter: twitter.com/UGTDF
Desenvolvido por X3 Sistemas