Compartilhar
Share on Google+
UGT realiza seminário nacional que visa fortalecer a autonomia indígena


01/02/2018

A Secretaria Nacional dos Povos Indígenas da União Geral dos Trabalhadores (UGT) promove, de 4 a 7 de fevereiro, em Brasília, o “II Seminário Nacional Aliança entre UGT e povos indígenas: fortalecendo a autonomia”.

O evento é realizado em parceria com as Secretarias da UGT de Integração para as Américas, de Formação, Direitos Humanos e o Comitê de Sustentabilidade, além da Solidarity Center-AFL-CIO, Organização Internacional do Trabalho (OIT), Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e Instituo Ecológica.

O objetivo é fortalecer a ação da Secretaria Nacional dos Povos Indígenas da UGT e do movimento sindical em geral a favor do cumprimento dos direitos dessa população.

“O povo indígena deve ser reconhecido como cidadão a ser protegido pela lei e pelos direitos sociais”, ressalta Idjawala Rosa Karajá, secretário Nacional dos Povos Indígenas da UGT.

Vale ressaltar que a UGT desenvolve um projeto com os povos indígenas do Tocantins que é inédito no meio sindical: o “Ilha do Bananal – Desenvolvimento Local”, cujo objetivo é promover a capacitação da população indígena das etnias Javaé e Karajá, das aldeiasTxuiri e Canuanã, para que possa gerir seu próprio processo de desenvolvimento.

O projeto, que teve início em 2015, visa, ainda, à geração de emprego, trabalho e renda, contribuindo para a formação de uma comunidade autossustentável por meio do fortalecimento da cidadania e inserção socioeconômica no contexto da conservação ambiental e desenvolvimento sustentável.

Segundo Ricardo Patah, presidente da UGT, a Central nasceu com alguns princípios, especialmente o da cidadania. “Por isso, participamos de atividades relacionadas à sustentabilidade, ao clima e, especialmente, aos povos indígenas, que precisam de inclusão, precisam poder crescer e se desenvolver por meio de seu trabalho, com qualidade de vida e sem depender de políticas assistencialistas.”

O Seminário trará palestras e debates de temas como a aliança entre os sindicatos e os indígenas, a situação dessa população no Brasil, migração, mecanismos de proteção aos direitos, ecoturismo, entre outros.

Na tarde do dia 5, os participantes serão recebidos pelo senador Paulo Paim para debater a questão da demarcação de terras indígenas.

No mesmo dia, pela manhã, Patah fará uma palestra sobre os impactos da conjuntura nacional para os trabalhadores, seus sindicatos e a população indígena.

O que se espera do evento é que esse povo seja visto, reconhecido, valorizado e protegido. Que tenha autonomia e seja considerado como o cidadão trabalhador que é.






GALERIA DE FOTOS
Trabalho Decente




.: UGT DIGITAL
 
Eduardo Rodrigues DF

 
Turma aumenta indenização a gerente da Caixa que sofreu sequestro e extorsão.
 
PROGRAMA ADM RIO SINDICAL - 01/03/2016
 
UGT-DF - UNIÃO GERAL DOS TRABALHADORES DO DISTRITO FEDERAL

Fone: (61) 3244-0824
Endereço: SEP SUL EQ 707/907 - Conj. E N. 10 Sl 512, Ed. San Marino.
CEP: 70.390-078 - Brasília/DF
E-mail: ugtbrasilia@gmail.com / ugtdf@ugtdf.org.br
Site: www.ugtdf.org.br
Facebook: facebook.com/ugtbrasilia
Twitter: twitter.com/UGTDF
Desenvolvido por X3 Sistemas